“Tendo iniciado uma organização que pressionou pelo fim da violência sexual, Davis exibiu o mais alto grau de hipocrisia por suas supostas tentativas de explorar sexualmente vários menores. Como se isso não fosse repulsivo o suficiente, Davis supostamente possuía e distribuía imagens totalmente explícitas de bebês inocentes e crianças pequenas sofrendo abuso sexual por adultos. ”

Geoffrey S. Berman, Procurador dos Estados Unidos

Artigo condensado de Nate Church, Hank Berrien e The Other McCain. Você pode ler os originais aqui e aqui.

 

Joel Davis, 22, do sudoeste da Flórida, comandava uma instituição de caridade que faz campanha contra a violência sexual. Ele foi preso dia 26 por pornografia infantil e por, supostamente, tentar organizar encontros sexuais com crianças de até dois anos de idade.

Davis, que foi indicado ao prêmio Nobel da Paz por fundar a Juventude para Acabar com a Violência Sexual e mais tarde serviu como presidente da Campanha Internacional para Acabar com Estupro e Violência de Gênero em Conflito, foi pego enviando mensagens de texto para agentes do FBI durante várias semanas. Ele teria dito aos agentes que estava interessado em encontros sexuais com crianças de todas as idades, e teria descrito quais ações sexuais ele queria ter com as crianças. Ele procurava conteúdo que incluísse cenas explícitas de bebês e crianças pequenas – até e incluindo aqueles que se envolvem em atos sexuais com adultos.

Davis teria tentado arranjar um encontro com a filha de nove anos de um agente e com outra, de dois anos, inventada, de outro agente. Nas mensagens, ele detalhou as atividades sexuais que queria. Ele também insistiu que os agentes tirassem fotos sexualmente explícitas das crianças para enviar a ele.

Após sua prisão, Davis confessou ter mantido pornografia infantil em seu celular e abusado de um menino de 13 anos. Ele foi formalmente acusado de sedução de um menor a fim de ter relações sexuais, tentativa de exploração sexual de menor, posse de pornografia infantil e recebimento e distribuição de pornografia infantil.

Davis participou de uma Campanha de gala dos Direitos Humanos, em Nova York, em fevereiro de 2017. Ele escreveu uma coluna em 2014 para o Huffington Post em que condenou a exploração sexual de crianças, afirmando que “a Juventude para Acabar com a Violência Sexual é um exemplo de como as organizações lideradas por jovens em todo o mundo estão solidárias – exigindo um assento à mesa de discussão para os sobreviventes, ativistas e líderes dos jovens. São jovens como nós que estão fornecendo a liderança mais inclusiva. ”

Davis, beijando se namorado, Jonathan Fitzgerald.

O custo de frequentar a Columbia University é de US $ 70.826 por ano. Joel Davis também estudou piano clássico na Julliard School e passou um ano na elite da Universidade de Oxford, na Inglaterra.

Por que um homem gay queria fazer sexo com uma garotinha ? A lógica disso é misteriosa, a menos que você se lembre de que Joel Davis – além de (supostamente) possuir um enorme estoque de pornografia infantil – era um estudante da prestigiada Universidade de Columbia , que recruta praticantes e defensores de todo tipo de perversão desprezível.

Isso é o que significa diversidade na Ivy League. Estupradores de bebês são sempre bem-vindos em Columbia, se eles têm altos índices no exame seletivo e pais ricos.

Então, se seu filho foi recusado pela Columbia ou Harvard (ou não perdeu tempo se inscrevendo em nenhuma dessas escolas, porque não há como pagar) você deve se congratular com sua boa sorte. Que marca odiosa de vergonha no século XXI freqüentar a chamada universidade de “elite”, onde todos os estudantes são agora loucos degenerados.