tai-chiAlexandre K. Vidal (*)

O grão-mestre de Tai Chi Chuan, Wang Hai Jun, abrirá um novo grupo para praticantes da forma da espada. O primeiro seminário ocorrerá na Galway, na Irlanda, na sexta-feira, 12 de fevereiro, das 18h10 às 21h10.

Reserve sua vaga logo, pois depósitos recebidos até 25 de janeiro terão direito a desconto. Dar o nome apenas reservará sua vaga mas não lhe dará o direito de receber o desconto.

01

Tudo sobre espada

Uma profunda explicação do Shifu Niall O Floinn:

“O estilo chen de Tai Chi tem muitas armas que fazem parte de suas formas (currículo, programa ou plano de atividades). As armas são praticadas hoje porque elas cumprem um papel importante em focar na parte do objetivo de criar um corpo de Tai Chi. Por exemplo, a espada de dois gumes, embora seja uma arma difícil de dominar, é ensinada cedo dentro da rotina de formas para ajudar no desenvolvimento do relaxamento dos ombros e do quadril.

A forma de uma espada reta de dois gumes (dan jian), do estilo Chen de Tai Chi, é um tipo de arma curta dentre as rotinas do Tai Chi. Nas últimas centenas de anos, ela se tornou amplamente difundida entre os moradores de Chenjiagou e é uma das mais antigas formas de arma do estilo Chen de Tai Chi. São ao todo 49 movimentos na forma de uma espada reta de dois gumes. O conjunto de movimentos é logicamente organizado, coeso, e faz uso claro de diferentes técnicas de espada como: ci (nivelar ou estocada para cima), pi (fender), liao (desvio circular com a ponta para cima), gua (pendurar/bloquear), dian (agitar o pulso para atingir para baixo com a ponta), mo (nivelar ou corte oblíquo para cima), tuo (empurrar para cima), jia (levantar a arma do oponente por cima da cabeça), sao (corte circular horizontal), jie (bloquear), zha (empurrar para baixo), tui (empurrar), e hua (neutralização circular de golpes repetidos).

04

A forma da espada no Tai Chi também combina a dinâmica natural e equilibrada do corpo da forma de mão livres do estilo Chen com as habilidades ágeis e estáveis dos pés. Imprevistamente pesado e duro, em seguida repentinamente leve e flexível, é a técnica oculta e subitamente manifesta. A espada faz uso do “zhan nian lian sui” ou aproximar-se do oponente como uma sombra. A postura muda de acordo com a métodos de posicionamento repentinos e variáveis de “teng shan zhe kong” o qual inclui saltando à frente, bruscamente mudando de lado, rapidamente contra atacando, e deixando o adversário bater no nada.

A espada verdadeiramente incorpora os princípios do estilo Chen de Tai Chi de usar os movimentos do corpo para mover a espada. Os movimentos fluem continuamente, um no outro sem parar, usando táticas circulares e envolventes, armazenando e liberando energia sucessivamente, combinando o sólido e o maleável, com movimentos rápidos alternando com movimentos lentos. O praticante da forma da espada do estilo Chen permanece próximo ao rival sem perder contato, nunca deixando de tirar proveito de uma abertura, e faz movimentos enganosos para atrair o oponente. As mudanças são imprevisíveis, contraindo e alongando, indo e vindo, com um método de energeticamente golpear com energia dura.

Quando praticando a espada do estilo Chen, é necessário que você faça bem os fundamentos da forma de mãos livres; assim estará apto a seguir com o uso do pensamento para guiar a energia (yi yi dao qi), usando sua energia interna para guiar os movimentos do seu corpo (yi qi cui shen), enviando nossa energia para a ponta da espada (jing guan jian xiao), com todo o seu corpo agindo junto em uníssono (zhou shen yi zhi), e seus movimentos, naturalmente, mudando como uma bola que girando (yuan zhuan zi ran).

03

Há um ditado nas artes marciais: “o sabre é como um tigre feroz, a espada de lâmina reta é como um dragão nadando”. Portanto, quando você pratica com uma espada, é o mesmo que praticar a forma de mãos livres; seus movimentos são como nuvens se movendo ou uma corrente que flui – continuamente sem parar, mudando livremente em uma maneira corajosa e vigorosa, emitindo energia como um leão sacudindo a juba, com uma miríade de mudanças rápidas. Quando você pratica a espada muito bem, não apenas pode obter como resultado o fortalecimento de seu corpo, mas pode conseguir alcançar um estado relaxado e feliz da mente, e pode perceber os benefícios de alcançar a beleza nesta arte. O famoso mestre de Taiji, Chen Zhao-Pi (18ª geração) compôs os seguintes versos para expressar isso:

Zha (estocada para baixo ou para os lados), dian (apontar com uma agitação para baixo), mo (corte oblíquo para cima), pi (fender), ci (nivelar ou estocada para a frente e para cima), arrastar em espirais e conduzir a energia do agressor inofensivamente (usar um movimento espiralado para desarmar o oponente).”

Tiao (fender de baixo para cima) e li (fender de cima para baixo) é a maneira correta; tui tuo (afastar e levantar) é o método ortodoxo.”

“Há maneiras de avançar enquanto se conduz o agressor; os movimentos horizontais e verticais da espada são um clarão de aço.”

“Contraindo como um ouriço; liberando energia como se alcançando o fim de um arco-íris.”

“Uma miríade de raios de sol irradiam brilhantemente; o glorioso esplendor é maravilhosamente sem limites.”

“Após longa prática com a espada de Tai Chi; quando sua habilidade é aperfeiçoada, você irá atingir uma iluminação própria.”

(*)Tradução livre: Alexandre K. Vidal

06