O Ministério do Trabalho em Curitiba está uma verdadeira baderna.

Logo no saguão principal a cena é a seguinte: pessoas cansadas aguardando o atendimento – muitas de pé -, funcionários agitados percorrendo os setores e desviando de uma enorme pilha de cadeiras jogadas em frente aos caixas.

Conversando com uma das funcionárias ela me relatou que as reclamações da sujeira e da falta de manutenção só aumentam, pois ratos circulam pelas salas sujas à luz do dia. O rendimento do trabalho caiu, a comodidade dos usuários também e a vida de todos está em risco, disse a servidora.

Convido o leitor a fazer o registro dessa situação e cobrar dos nossos funcionários (vereadores, deputados e até prefeito) uma solução ao caso, bem como, estar alerta nas próximas eleições para não reeleger inúteis.