Dando continuidade a série: “50 máquinas que mudaram o rumo da história”. Vamos falar sobre o Aspirador de pó Hoover

A história do Hoover é mais uma história de um pequeno negócio de uma cidade do interior, que se tornou uma corporação multinacional de forma instantânea.

O inventor do aspirador é James Murray Spangler (1848-1915), o mesmo era trabalhava como zelador em Canton, Ohio. E também era um inventor com várias patentes de máquinas agrícolas registradas em seu nome. Mas não era bom de negócios.

Próximo aos 60 anos de idade e sofrendo de asmas, ainda continuava trabalhando com zelador e viu seus sintomas se agravarem ao varrer o chão de carpetes, ele decidiu criar um aspirador elétrico que sugasse a poeira para dentro de um saco.

Começando com um aspirador giratório manual, ele acrescentou um motor de máquina de costura com uma correia de couro para girar a escova do aspirador e uma ventoinha elétrica que soprava a poeira para dentro de uma fronha de travesseiro. Em 1907, tendo estabelecido o princípio, ele aprimorou o design, entrou com um pedido de patente (aprovado em 1908) e fundou a Electric Suction Sweeper Company.

A DOMINAÇÃO GLOBAL DO ASPIRADOR DE PÓ COMEÇOU ATRAVÉS DE UM TESTE GRATUITO

Spangler não tinha dinheiro suficiente para produzir em série o aspirador de pó. Fez uma demonstração da máquina para sua prima, Susan Hoover, que ficou tão impressionada que contou a seu marido, William Hoover (1849- 1932), a respeito da máquina.

William Hoover era dono de uma loja de arreios para cavalos em North Canton. Com a crescente popularidade do automóvel ele viu seu negócio sendo ameaçado e resolveu diversificar sua área de atuação.

William Hoover comprou a patente de Spangler e investiu em sua companhia, que mais tarde passaria a ter o nome de seu novo dono. Spangler continuou a trabalhar para Hoover e a aprimorar sua invenção faleceu em 1915, próximo as suas primeiras férias e não viu o sucesso de sua invenção.

O aspirador de pó era superior aos seus concorrentes, usava o slogan publicitário: “Ele solta, aspira e limpa a poeira!”. Apesar do slogan as vendas iniciais foram fracas.

Hoover então teve a ideia de oferecer um período de experiência gratuito de 10 dias, onde o cliente só precisava pagar uma pequena quantia pela devolução do aspirador caso não ficasse satisfeito.

A estratégia de marketing funcionou e, ao longo da década seguinte, a Hoover se firmou como líder global no mercado.

O sucesso do aspirador de pó se deu em um momento bastante oportuno, pois foi justamente no período após a Primeira Guerra mundial, onde estava ocorrendo a escassez de empregos e forçou muitas mulheres a entrarem no mercado de trabalho e as tendências sociais como a emancipação feminina e o surgimento de trabalhos alternativos ao serviço doméstico, tornaram o aspirador de pó bastante atraente para as donas de caso sobrecarregadas da década de 1920.

Referência Bibliográfica
CHALINA, Eric. 50 Máquinas que mudaram o Rumo da História. Tradução de Fabiano Morais. Rio de Janeiro. Sextante. 2014.